O combate ao abuso e exploração sexual contra crianças e adolescentes

0
296

O mês de Maio é reconhecido como o período alusivo ao combate ao abuso e exploração sexual contra criança e adolescentes (conforme a Lei 9.970 de 17 de Maio de 2000), dessa forma o dia 18 de maio se tornou uma data simbólica que remete ao “Dia Nacional de Combate ao Abuso e á Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes”, com o principal objetivo de promover atividades e ações de conscientização, orientação e combate a qualquer tipo de violência contra este público que representa não somente o presente de nossa sociedade, mas principalmente o futuro da nossa nação.

De acordo com os dados da Sociedade Brasileira de Psicologia (SBP), no Brasil, a cada hora, três crianças são vítimas de abuso sexual e 95% dos casos são praticados por pessoas com quem a criança ou o adolescente possui relação de confiança e que participa do seu convívio. Além disso, a violência pode se tornar um grande empecilho para o desenvolvimento da criança e do adolescente, gerando dificuldades na vida adulta. Podendo ocasionar traumas e medos para toda vida, ocasionando fragilidades psicológicas.

Dentre os avanços em Defesa das Crianças e Adolescentes, está a Carta Magna de 1988 determina que a lei venha punir severamente o abuso, a violência e a exploração sexual da criança e do adolescente, o Estatuto da Criança e do Adolescente, criado pela Lei nº 8.069, de 13 de julho de 1990, foi criado para garantir os direitos das crianças e dos adolescentes e a criação da Lei nº 13.257/2016, que define o Marco Legal da Primeira Infância, que dispõe sobre as políticas públicas para a primeira infância.

Dicas para combater a violência

Para o atual Prefeito da capital do ES (Vitória), e também Ex- Delegado da DPCA (Delegacia de Proteção á Criança e ao Adolescente), Dr. Lorenzo Pazolini, os pais devem ficar atentos aos sinais das crianças e dos adolescentes em casa. Sinais indicativos de possíveis violações de direitos: desempenho escolar, alimentação, automutilação, aversão ao abusador, declínio da qualidade do sono.

“Nunca será possível comemorar essa data. O dia 18 de maio corresponde a uma data de luta permanente ao combate ao abuso e à exploração sexual infantil.”

“Os pedófilos são pessoas acima de qualquer suspeita. Apresentam dificuldades relativas à sexualidade, discrição, normalmente são pessoas isoladas e solitárias têm baixa autoestima”, ressalta Lorenzo Pazolini.

Lorenzo Pazolini – Prefeito de Vitória / ES (Republicanos) e Ex-Delegado da Delegacia de Proteção á Criança e ao Adolescente

 

 

Foto: Reprodução/ Folhadoes.com

Vitória de Pazolini pode significar o fim de uma gestão tirânica no ES | Folha  do ES

Lorenzo Pazolini – Atual Prefeito de Vitória – ES (Republicanos)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Compartilhe